Diferenciais do consórcio para agronegócio

istock_17220335_large-673x185

O agronegócio brasileiro iniciou os primeiros meses de 2017 otimista. Segundo o Focus – Relatório de Mercado, do Banco Central, estima-se um aumento de 26% na produção este ano. E o consórcio de máquinas agrícolas é um importante aliado da atividade. Conheça, no post de hoje, as características que tornam a modalidade tão atrativa para o setor.

O maior benefício do consórcio para os profissionais do agronegócio são os planos especiais, com prazos mais longos e condições de pagamento diferenciadas, que atendem às sazonalidades das culturas. São elas:

  • Pagamentos normais – parcelas mensais de acordo com o plano da cota adquirida pelo produtor;
  • Pagamentos por safra (anual) – se adequa ao período das colheitas, com pagamento anual;
  • Pagamentos por safra (com adiantamentos) – também se adequa ao período das colheitas, mas conta com adiantamentos trimestrais ou semestrais;
  • Meia parcela – pagamento do valor de meia mensalidade, com reforços trimestrais ou semestrais.

Além disso, o consórcio permite a modernização contínua e gradual de veículos, máquinas e equipamentos, independentemente de fatores externos, como os programas de crédito governamentais, que passam por um momento de restrição, enquanto o agronegócio se expande e demanda cada vez mais modernização.

“Com a necessidade de melhorar a qualidade e a produtividade das colheitas, os sistemas mecanizados são fundamentais para o sucesso, tanto para pequenos como grandes produtores. Esse fator os leva a investir regularmente em modernização, ampliação e renovação da frota. Neste ambiente, o consórcio se encaixa perfeitamente”, orienta o presidente Regional Sudeste II da ABAC, Bruno Correa Martins.

Bruno explica que o Sistema de Consórcios vem reforçando nesse segmento a importância do planejamento financeiro, estimulando o produtor rural a se programar, de acordo com sua condição financeira e cronograma, para ampliar ou renovar sua frota”, diz. “Sem dúvida a possibilidade de iniciar, ampliar ou renovar a sua frota de máquinas de forma acessível e segura, com planejamento, é o que tem levado o agricultor a tomar a decisão de fazer um autofinanciamento voltado para a aquisição de máquinas.”

Pesquisa sobre consórcio de máquinas agrícolas

Em março de 2017, uma pesquisa da assessoria econômica da ABAC constatou o crescimento de 16% no número de participantes no último ano, passando de 81 mil para 84 mil consorciados ativos. “O Sistema é democrático e isonômico, ou seja, desde a produção familiar até as grandes empresas do segmento podem participar com as mesmas chances, taxas e condições tornando extremamente participativo, isso é fantástico”, acrescenta Bruno Martins Correa.

Além do agronegócio, diversas atividades econômicas podem ser beneficiadas pelo consórcio, visto que essa modalidade permite planejar a aquisição de bens e a contratação de serviços a médio e longos prazos, sem comprometer o capital de giro e a custos muitas vezes baixos.

Entre em contato com o Grupo LuME e conheça as opções de consórcio voltadas para o agronegócio.

fonte: http://blog.abac.org.br/dicas-da-abac/diferenciais-consorcio-agronegocio#blog

Contato

  • Rua da Paz nº 98 – 5.º Andar – Centro – Curitiba/PR. CEP 80.060-160
    (41) 3356-6565
    E-mail / Skype: contato@cartascontempladas.com.br
  • Itaú'
    Caixa'